Mercado de pavimentação mantém boas perspectivas para 2020

Mercado de pavimentação mantém boas perspectivas para 2020

 

Fabricantes de equipamentos que estão expondo na Paving Expo acreditam que as obras de infraestrutura viária devem sair no ano que vem

 

A expectativa da indústria de máquinas para o segmento de infraestrutura viária é positiva para 2020. O mercado aposta que haverá uma retomada de obras, em função de investimentos anunciados pelo governo e, também, porque há uma necessidade de melhoria da qualidade da malha rodoviária nacional, a fim de possibilitar o escoamento logístico mais eficiente das cargas. 

 

“Temos visto um crescimento do mercado de pavimentação próximo a 10% até julho deste ano. Esse aumento é moderado em comparação a queda acumulada de sofrida pelo setor de aproximadamente 80% nos últimos anos. Porém, para o próximo ano, nossa expectativa é de uma nova alta, entre 10% e 15%, com destaque para o segundo semestre, quando deve ocorrer a fase de execução das obras anunciadas”, disse Jandrei Goldschmidt, Head of Marketing da Ciber, empresa do Grupo Wirtgen, que está apresentando na Paving Expo todo seu portfólio de tecnologia em equipamentos para o setor, como fresadoras, vibroacabadoras, usinas de asfalto e compactadores.

 

Segundo Goldschmidt, a Paving Expo acontece em um momento em que a infraestrutura está em debate. “Os projetos que estão sendo votados neste ano devem gerar os recursos para atender a demanda de infraestrutura viária, trazendo à tona a necessidade da indústria em expor as tecnologias e equipamentos que estão disponíveis, ressaltando que temos capacidade para suprir todas as demandas de obras no país”. 

 

A Dynapac também está na feira deste ano e, de acordo com Carlos Santos, gerente de Vendas Brasil da empresa, o Brasil tem um enorme potencial para a pavimentação, uma vez que apenas cerca de 15% da malha rodoviária é pavimentada. “Boa parte dos investimentos em infraestrutura que está ocorrendo neste ano está no Norte e no Nordeste, que são regiões que precisam de muita estrutura. São obras de linha de transmissão e em estradas. Até porque a malha rodoviária pública passou quase dez anos sem manutenção. As obras em rodovias devem estar na pauta do ano que vem porque é preciso conectar todo o Brasil”, explicou. 

 

Para ele, a área da construção deve crescer mais do que a de pavimentação. “Com base nos dados da Associação Brasileira da Indústria de Máquinas e Equipamentos (Abimaq), acredito que a alta da construção deve ficar perto dos 40% enquanto que a pavimentação entre 20% e 30%. Para 2020, o incremento será maior”, avaliou Santos, que enfatizou que a Paving Expo será um divisor de águas para o segmento. “A feira deve levantar o ânimo do mercado para, então, as coisas acontecerem”, disse. A Dynapac destaca na feira o lançamento da série Rhino de rolos compactadores, a partir de 10 toneladas, com motor mais tecnológico, potente e com consumo de combustível menor. 

 

José Carlos Romanelli, diretor da Romanelli, ressaltou que estão ocorrendo obras de manutenção, usando tecnologia e que o poder público está se preparando para lançar novas obras em 2020. “Realmente, este ano está melhor que 2018. Estamos vendo uma sequência mais constante de negócios. Mas, a expectativa está no próximo ano”, disse.  A companhia está apresentando a terceira geração de secadores de solo na Paving Expo, além de um novo espargidor. “Os visitantes estão interessados em tecnologia e em produtividade. Por isso, a feira está sendo promovida no momento certo, com um público altamente qualificado”. 

 

Para a Caterpillar, que anunciou a inclusão de dois compactadores vibratórios tandem de tamanho médio à sua família de produtos de pavimentação, a Paving Expo representa uma oportunidade de mostrar aos clientes que a empresa está preparada para atender esse crescimento esperado para o próximo ano. “Neste momento, no segmento de pavimentação, o Brasil está um pouco melhor do que o restante da América Latina”, avaliou Melania Monje, gerente de Pavimentação para América Latina da marca.

 

A New Holland Construction está realizando o pré-lançamento do rolo compactador na Paving Expo por acreditar no potencial do evento. “Em nossa avaliação, entendemos que deve haver um aumento nas concessões e que o investimento em infraestrutura será um dos pilares do governo. Assim, aproveitamos para incluir no mercado da América Latina um produto que até então não havia em nosso portfólio, mas que já é vendido em outras regiões”, explicou Giovanni Borgonovo, gerente de Marketing da marca. 

 

Novas soluções podem facilitar a execução de pavimentos em solos amazônicos


A solução do reagente IEA (Inibidor da Expansividade das Argilas Reativas), desenvolvida a base da nanotecnologia para a estabilização de solos tropicais in situ, pode ser o curinga na execução de pavimentos asfálticos na região amazônica. A solução atua a partir do controle de argilas expansivas e foi o tema abordado no seminário Solos e Asfaltos, realizado na Paving Expo & Conference, em palestra do especialista Edward Allen, diretor da Claycrete Stabilizer, e Martin Mauro, diretor geral da Duraterra.


Já Emerson José Simoso, gerente de Soluções de Engenharia na Stratura Asfaltos, demonstrou a relação custo/benefício no uso de ligantes modificados, que pode chegar a 30% de redução se comparado com alternativas convencionais. Segundo ele, o Departamento Nacional de Infraestrutura de Transporte (DNIT) realiza projeto experimental no Pará utilizando uma solução de ligante asfáltico modificado, e breve essa solução poderá ser empregada em obras no país. O engenheiro Eudier Antonio da Silva destacou o uso de solos plásticos estabilizados quimicamente com Dynabase, uma alternativa para a execução de pavimentos em solos moles.


Vicente Longatti Neto, gerente nacional Comercial Empresarial da Copagaz Distribuidora de Gás, mostrou as diversas possibilidades do uso do gás GLP aplicados a usinas asfálticas como redução de custo e maior qualidade do meio ambiente. Marcelo Paschoanelli, diretor da ATM Engenharia, por sua vez destacou os ganhos de gestão com ferramentas de automação e monitoramento remoto (SM Conect). 

 

Seminário mostra soluções tecnológicas no campo da pavimentação do grupo Wirtgen


O seminário do Grupo Wirtgen na Paving Expo mostrou as diversas opções de tecnologias oferecidas pela empresa no campo da pavimentação mostrar a ampla gama de possibilidades no desenvolvimento de soluções adequada a cada cliente. Marcelo Zubaran e Brunno Schulz, ambos especialistas de produtos e engenheiro de aplicação da Ciber/Grupo Wirtgen, e Rafael Cifali Valentini, gerente sênior da marca Vogele, se revezaram no atendimento e respostas às dúvidas dos participantes.

 

Segundo Brunno Schulz, essa foi uma oportunidade para informar e reforçar a capacidade da empresa em buscar soluções adequadas para cada tipo de problema. “A ideia foi a mostrar a aplicabilidade da tecnologia disponível no dia a dia e a possibilidade de integração de soluções e mecanismos que agreguem maior valor às aplicações no campo da pavimentação, a partir de outros cases de aplicação. As situações podem ser muito varadas. Foi muito importante mostrar toda a capacidade oferecida pelo grupo Wirtgen em desenvolvimento de soluções de uma maneira direta e objetiva”, concluiu.

 

A Paving Expo conta com a participação de mais de 100 expositores nacionais e internacionais. O evento inovador apresenta uma série de atrações. A Paving Conferece conta com uma programação extensa, formada por workshops e seminários, promovidos por instituições governamentais e setoriais e empresas do segmento. Já o Parque de Equipamentos conta com 5 mil metros de um showroom com equipamentos dos principais fabricantes e distribuidores do setor, incluindo a Elgimaq, Veneza/John Deere, Lafaete, New Holland Construction, Romanelli, Sotreq/Caterpillar, Wirtgen Group, entre outros. 

 

A Paving Live, com o apoio da Peri do Brasil, tem uma programação dinâmica, onde os influenciadores digitais apresentam diariamente notícias e novidades evento e debatem conteúdos com convidados. O Banco de Talentos é uma iniciativa na área de recursos humanos para fomentar o contato entre profissionais e empresas com a captação de currículos de visitantes.

Os comentários estão encerrados.