Mercado de pavimentação mostrou na Paving Expo que está pronto para atender as demandas por obras de infraestrutura no Brasil

Mercado de pavimentação mostrou na Paving Expo que está pronto para atender as demandas por obras de infraestrutura no Brasil

Evento possibilitou aos profissionais do setor conhecerem novas tecnologias, realizar negócios, consolidar relacionamentos e atualizar conhecimentos técnicos

 

A Paving Expo & Conference foi surpreendente. Essa foi a expressão mais utilizada pelas 103 marcas expositoras nacionais e internacionais para definir a primeira edição desse evento inovador, que conseguiu reunir, no Pavilhão Amarelo do Expo Center Norte, em São Paulo, entre os dias 27 e 29 de agosto, uma série de lançamentos e novidades tecnológicas para o mercado de infraestrutura viária e rodoviária, um debate sobre os mais relevantes temas para o segmento, um espaço para recolocação e capacitação profissional, um local para ideias inovadoras de empresas disruptivas e um público altamente qualificado, formado por lideranças governamentais, representantes de agências nacionais, estaduais e de prefeituras, executivos, engenheiros e técnicos de concessionárias de rodovias, construtoras e locadores de máquinas. 

No total, passaram pelos 9.000 m² de área, em duas áreas de exposição, 8.788 visitantes, que estavam ávidos por tecnologia, inovação, informação, qualidade e produtividade. No estande da Moba do Brasil, por exemplo, estiveram presentes desde empresas que fazem obras de condomínio e loteamento até àquelas responsáveis por obras de rodovia, além do DNIT (Departamento Nacional de Infraestrutura de Transporte) e de associação das concessionárias. “Fizemos muita cotações. Há muitos anos não via uma feira tão produtiva como essa”, disse Patricia Herrera, Gerente Geral da companhia.

Além da diversidade de público, a Paving Expo também recebeu profissionais do exterior, – além de brasileiros, vindos das cinco regiões -, como foi o caso de Julio Cesar, diretor financeiro da Minuila Comércio Geral e Importação e Exportação da Angola. “Viemos especialmente para visitar a feira em busca de novidades e de inovações, pois o mercado mundial hoje exige qualidade e agilidade e, para isso, precisamos de tecnologia. E, estamos satisfeitos com as demonstrações e a qualidade das máquinas que estão expostas aqui e acredito que isso deve render bons frutos”, disse. A Minuila atua na construção de rodovias desde 2004 naquele país.

Além de visitantes da Angola, a feira recebeu profissionais de outros países. Segundo Christian Mendonça, Vice-presidente de Marketing e Vendas da Betunel, visitaram o estande da empresa potenciais clientes do Peru e do Uruguai. “A feira funcionou como um ponto de encontro de todos os integrantes dos elos da indústria de pavimentação, onde os clientes encontraram os fornecedores” analisou. O México também marcou presença no evento, conforme afirmação de David Kaffka, gerente comercial da Lintec-Ixon: “trouxemos uma usina de asfalto móvel, com capacidade para até 50 toneladas por hora e com todos os equipamentos num único chassi, que já foi vendida para uma empresa mexicana”.

Os expositores da Paving Expo também ressaltaram as expectativas positivas para 2020 do segmento, por isso a realização da feira aconteceu no momento mais propício, no qual o mercado ansiava por ver novas tecnologias e lançamentos. “Acredito que ela será um divisor de águas. Estávamos em um momento não tão positivo do mercado e esse encontro, no qual há uma interação entre os fabricantes e os clientes, certamente trará um pouco mais de ânimo para que as obras aconteçam, para tentar resolver as demandas de infraestrutura”,  reforçou Carlos Santos, gerente de Vendas da Dynapac. 

A Paving Expo ainda foi importante para conhecer o mercado de pavimentação. A New Holland Construction Equipment fez o pré-lançamento de seu rolo compactador, um equipamento que ainda não está no portfólio da marca na América Latina. “De fato, viemos divulgar nosso pré-lançamento, que temos a intenção de lançar comercialmente em 2020, além de conhecer um pouco mais os clientes do segmento e ter contato com as melhores iniciativas dentro da área de compactação do solo para nos adaptarmos ao mercado brasileira. Valeu muito a pena nossa participação”, analisou Giovanni Borgonovo, gerente de Marketing da New Holland Construction.

Outro destaque da Paving Expo na visão do público e dos expositores foi a Paving Conference, com mais de 80 horas de conteúdo técnico e qualificado, divididas em 23 atividades. Foram 2.370 congressistas e 64 palestrantes. “Isso foi muito interessante por parte dos organizadores da feira em aliar a parte comercial com a parte de conhecimento técnico, que permitiu trazermos especialistas de temas específicos para mostrar e trazer para o mercado as novidades que acreditamos sejam importantes para o desenvolvimento do segmento”, disse Hernando Macedo Faria, gerente de Unidade de Negócios da Ingevity, que promoveu um seminário no evento. 

Para José Carlos Romanelli, diretor comercial da Romanelli, o segmento precisa de informações técnicas e com alta qualidade e a Conferência foi importante porque trouxe conteúdos tanto para os profissionais que estão no mercado como para os novos engenheiros e profissionais entrantes. “A configuração da feira foi acertada para nosso mercado e aconteceu no momento certo, com uma alta qualidade de público, interessado em tecnologia e em qualidade, sem estar preocupado tanto com o preço”. 

A feira contou ainda com outras atrações como o Parque de Equipamentos, com um showroom de equipamentos dos principais fabricantes e distribuidores do setor, incluindo a Elgimaq, Veneza/John Deere, Lafaete, New Holland Construction, Romanelli, Sotreq/Caterpillar, Wirtgen Group, entre outros. 

A Paving Live, com o apoio da Peri do Brasil, que teve uma programação dinâmica, onde os influenciadores digitais apresentaram diariamente notícias e novidades evento e debatem conteúdos com convidados. A Ilha das Startups reuniu sete startups do setor da construção civil com inovações tecnológicas, serviços e soluções para os visitantes: ConstructWeb, Heroby, Mãos à Obra Orçafascio, Road Labs, Steel Mold e Webproject.

Por fim, o Banco de Talentos, uma iniciativa em parceria entre a Black Lion Consulting, empresa de recrutamento e seleção, fomentou o contato entre profissionais e empresas com a captação de currículos de visitantes. Os currículos selecionados vão para um Book a ser entregue a todos os expositores do evento. Para Karen Souza Soares, técnica em gestão ambiental que está em busca de recolocação na área administrativa, essa iniciativa agregou muito conhecimento e rendeu dicas muito valiosas. Além dos currículos, foram realizados treinamentos rápidos em temas como Marketing Digital, Processo de Recolocação, Soft Skills, Transição de Segmento e Sucesso na Carreira.

De acordo com Guilherme Ramos, diretor da Paving Expo, o sucesso da primeira edição demonstra que o mercado de infraestrutura viária está pronto para atender todas as demandas de obras que devem vir nos próximos anos. “Todos os depoimentos positivos de nossos expositores e dos visitantes nos impulsionam a realizar uma segunda edição ainda mais robusta, com novidades e diferente atrações”, finalizou. A próxima Paving Expo, que será realizada junto com a Traffic Expo, acontecerá entre os dias 1º e 3 de setembro de 2020, no Expo Center Norte em São Paulo.

Os comentários estão encerrados.