0 Item EnglishPortugueseSpanish

Considerada de interesse nacional, o objetivo da obra é ligar Foz do Iguaçu, no Brasil, ao Paraguai

 

Mario Abdo Benítez, presidente do Paraguai, publicou nesta última segunda-feira (27), que é de utilidade pública a construção da Ponte da Integração Brasil-Paraguai, entre Foz do Iguaçu e Presidente Franco. Esse decreto também cria um comitê interinstitucional que ajudará na coordenação das ações entre as entidades envolvidas nas obras.

Liderado pelo Ministério de Obras Públicas, o grupo de trabalho é integrado também por outros, como os ministérios de Relações Exteriores, Obras Públicas e Indústria e Comércio, além da usina de Itaipu, a diretoria nacional de Aduanas, a Administração Nacional de Navegação e Porto, a Diretoria de Material Bélico e o Instituto Nacional de Tecnologia, Normalização e Metrologia. Essas instituições ainda poderão solicitar a participação de outras entidades públicas.

De acordo com a Itaipu Binacional, a ponte terá 760 metros de comprimento quando as obras forem finalizadas.

A imagem do projeto da obra mostra o futuro resultado. Foto: Diretoria de Coordenação da Itaipu Binacional/Divulgação.

Enquanto o lado brasileiro já iniciou o trabalho de concretagem da ponte, no lado paraguaio ainda está sendo feito o canteiro de obras. Após discussões, ela permitirá o tráfego de todos os tipos de veículo.

Dessa vez, serão investidos R$ 463 milhões no empreendimento, dos quais R$ 323 milhões na ponte e R$ 140 milhões para a abertura da Perimetral Leste, que servirá de acesso à BR-277. O prazo para conclusão é de aproximadamente três anos.

Fonte: Itaipu e G1